PT  /  EN

Transformação Digital: como uma empresa centenária do varejo francês obteve sucesso nessa jornada

CEO da La Redoute de Portugal explica como a otimização no tratamento dos dados facilitou a transformação digital da empresa   Por Bianca Borges*   A transformação digital possui alguns pilares principais, um deles é o Data. Durante o Fórum E-commerce Brasil, evento no qual a ZOLY esteve…

Notícias

CEO da La Redoute de Portugal explica como a otimização no tratamento dos dados facilitou a transformação digital da empresa

 

Por Bianca Borges*

 

A transformação digital possui alguns pilares principais, um deles é o Data. Durante o Fórum E-commerce Brasil, evento no qual a ZOLY esteve presente, a temática da jornada digital aliada aos dados foi debatida em algumas palestras. Uma dessas apresentações foi o case da La Redoute, empresa centenária do varejo Francês, que possui mais de 10 milhões de clientes, 99% do awareness do mercado local e está presente em 26 países.

O CEO da companhia em Portugal, Paulo Pinto, contou como foi desenvolvida a estratégia para tornar possível a transformação digital da marca. Ele iniciou sua apresentação falando sobre a importância de sempre colocar o cliente no centro do planejamento.

Pensamos em como poderíamos gerar uma vida melhor para as pessoas e, a partir daí, redefinimos a visão da empresa com as mídias digitais”, explicou.

 

Do impresso para o digital

Estar presente no ambiente digital era o primeiro passo para a transformação, por isso, a La Redoute, que começou vendendo seus produtos por catálogos impressos, estabeleceu a meta de se tornar um importante player no e-commerce.  

O CEO da marca em Portugal citou algumas das ações para inserir a empresa no ambiente digital:

Nós mudamos a nossa orientação de pull marketing para push marketing e, por meio do search, começamos a trazer consumidores para a empresa. Hoje, a tecnologia faz grande parte do controle dos dados, mas nós temos que estar preparados para enfrentar os erros do dia a dia e saber como transformá-los”.

 

Visão orientada pela informação

A inclusão da empresa no ambiente online só foi possível devido à adoção de uma visão data-driven, a qual teve como resultado o desenvolvimento de um novo CRM

De acordo com Paulo, a marca já tinha um grande volume de informações, o desafio era saber como gerir e utilizar de maneira útil esses dados. “Percebemos que precisamos fazer os nossos dados evoluírem para criar campanhas mais personalizadas”, salientou.

A partir desse pensamento, foi implantado o processo de medição contínua de tarefas, ou seja, cada ação passou a ser monitorada, e todas as informações e insights gerados orientaram a criação do comércio omnichannel.

Além de iniciativas baseadas em dados, a empresa também aderiu às tecnologias de interface de voz, reconhecimento visual e inteligência artificial. O objetivo principal aqui era avaliar os projetos, focando na satisfação do cliente.

Utilizar os dados de maneira assertiva, permitiu à marca:  direcionar ofertas comerciais, proteger margens, personalizar laços com consumidores e criar futuras coleções com um maior controle de riscos.  

Um ponto interessante a ser destacado é que a La Redoute tomou a decisão de compartilhar os dados com todos os seus gerentes. Os motivos para essa decisão foram:

  1. Mostrar para os gestores o impacto da decisão deles para a organização;
  2. Permitir que os líderes fizessem o cruzamento dos dados e conseguissem criar estratégias mais eficientes

 

Planos para o futuro

No final da palestra, o CEO da La Redoute compartilhou os anseios da empresa ainda em 2019 e também para o próximo ano. Utilizando o conceito data-driven, a marca tem como foco melhorar ainda mais a experiência dos seus clientes com seus produtos. Já em 2020, o desafio será inovar nos itens que a companhia vende, colocando sempre o consumidor no centro das estratégias.

Veja os detalhes do planejamento da marca abaixo:

O case da La Redoute evidenciou a importância dos dados para a transformação de uma marca. Pensando nisso, o que a sua empresa tem feito para otimizar as suas estratégias digitais?

 

Quer dicas e orientações sobre como ter sucesso nesse mercado?Então contate a equipe de especialistas da ZOLY e descubra como nós podemos te ajudar! 

 

(*) Bianca Borges é Analista de Comunicação da ZOLY. Jornalista formada pela Universidade Anhembi Morumbi, também possui experiência nas áreas de assessoria de imprensa e gestão de mídias sociais. Gosta de escrever sobre diversos assuntos, mas, atualmente, seu foco é o Marketing Digital e Data Business. 

  • @agenciazoly
  • /in/zoly
  • contato@zoly.com.br
  • Trabalhe na Zoly

    Estamos sempre à procura dos mais talentosos designers, engenheiros, administradores, publicitários... Conheça as oportunidades de trabalhar aqui.

    Veja mais

Mensagem enviada com sucesso.

Enviando...