PT  /  EN

Black Friday: Google traz insights sobre uma das datas mais importantes para o e-commerce

A Black Friday 2019 vai acontecer dia 29 de novembro, mas as marcas e empresas já precisam ir preparar suas estratégias para ter sucesso nas vendas nessa época.

Pesquisa

Multicanalidade além da mídia e ampliação dos dias da Black Friday são duas tendências apontadas pela pesquisa do Google

 

Por Bianca Borges*

 

Uma das datas mais importantes para o e-commerce brasileiro e para os varejistas em geral está chegando. A Black Friday 2019 vai acontecer dia 29 de novembro, mas as marcas e empresas já precisam preparar suas estratégias para ter sucesso nas vendas nessa época.

Visando auxiliar as organizações nessa tarefa, o Google realizou uma pesquisa para entender o que as marcas podem esperar para a data. Confira os principais insights a seguir:

 

Crescimento e antecipação da Black Friday

De acordo com a pesquisa do Google, 53% dos consumidores estão mais otimistas em relação à economia, e as vendas do varejo devem superar os níveis de 2018, já que, a intenção de compra aumentou 58% em relação ao ano passado.

Outro dado que evidencia a grande procura por produtos nesse período é a taxa de cliques que aumenta consideravelmente.

A Black Friday não está só apresentando crescimento em buscas na web ou vendas, ela também está se expandindo no quesito duração. O pico de buscas por promoções permanece entre a quinta e a sexta-feira, porém, 76% dos consumidores já têm a visão de que a data não se resume apenas a esses dois dias.

A gente vê cada vez mais uma antecipação da Black Friday e ela é importante por conta da concorrência e do dinheiro que se espera arrecadar. A antecipação pode ser tanto na semana como no mês que antecede a data”, destacou Patrícia Adedo, Gerente de Desenvolvimento do Google.

 

Não é só questão de preço

O estudo do Google mostrou também que o preço é uma grande porta de entrada para as vendas de produtos e serviços, porém, esse não é mais o único quesito que o cliente observa para tomar a decisão.

Já entre os fatores que impedem a compra no e-commerce, o custo do frete e o desejo de ver o produto ao vivo são os principais citados.

 

Multicanalidade além da mídia

Outro fator apontado pela pesquisa foi a questão da multicanalidade.

O consumidor é omnichannel, transita entre os ambientes online e offline e, por conta dessa característica, 2019, será o ano no qual o número de compradores em lojas físicas deve se igualar aos do e-commerce.

Considerando esse comportamento omnichannel do cliente, as empresas e marcas precisam pensar em como interligar suas estratégias on e offline. Patrícia deu um exemplo:

Preço diferenciado na loja e no site não pode mais acontecer porque o mesmo cliente que pesquisa online também pode comprar na loja física. Não podemos esquecer da importância da experiência do consumidor e que, no final do dia, ele pode comprar onde quiser”.

Um outro erro que algumas empresas cometem tentando conectar as suas estratégias on e offline é em relação ao click and collect. Esse quesito deve ter muita relevância na Black Friday, já que, 39% dos respondentes consideram ter essa opção como algo muito importante na hora de escolher o varejista para as compras online realizadas durante a data.

A Gerente de Desenvolvimento do Google,  explicou o que as marcas precisam evitar quando se trata desse fator:

Tem empresas que você pode retirar na loja, mas precisa esperar os mesmos dias que o produto levaria para ser entregue na sua casa. Quando tem essa questão de click and collect é preciso ter em mente que o cliente quer retirar no mesmo dia ou o quanto antes para atender uma necessidade dele”, indicou.

É fato que as empresas devem transitar entre o on e offline, mas quais ambientes são mais estratégicos para cada tipo de vendedor na Black Friday?

A pesquisa do Google também apurou esse dado. Veja abaixo a relação:

 

Aproveite a data para conquistar novos clientes e engajar os antigos

Na Black Friday, os consumidores estão mais abertos a comprar de marcas diferentes, porém, é necessário que eles tenham tido um contato prévio com a empresa. Segundo a pesquisa do Google, em 2018, 71% dos clientes fizeram pelo menos uma compra em lojas diferentes no período. Para 2019, a previsão é que 84% dos consumidores procurem marcas novas. Além disso, 16% das pessoas que nunca tiveram a experiência de compra online, optam por te-la na Black Friday.

Nesse período, também é interessante reativar clientes antigos. De acordo com o estudo, 50% dos clientes disseram que estariam dispostos a comprar novamente em um site do qual deixaram de fazer compras ou já não compram nada há algum tempo. O principal ponto para voltar a consumidor produtos desses sites ou lojas é o preço atrativo e, em seguida, o frete grátis.

A pesquisa do Google mostrou o quanto ainda existe possibilidade de crescimento para as vendas das marcas na Black Friday, basta desenvolver uma boa estratégia e colocá-la em prática.

 

Quer ajuda para otimizar suas estratégias online e conquistar ainda mais clientes? Entre em contato com os especialista da ZOLY e veja tudo o que podemos fazer pela sua marca.

 

(*) Bianca Borges é Analista de Comunicação da ZOLY. Jornalista formada pela Universidade Anhembi Morumbi, também possui experiência nas áreas de assessoria de imprensa e gestão de mídias sociais. Gosta de escrever sobre diversos assuntos, mas, atualmente, seu foco é o Marketing Digital e Data Business.

  • @agenciazoly
  • /in/zoly
  • contato@zoly.com.br
  • Trabalhe na Zoly

    Estamos sempre à procura dos mais talentosos designers, engenheiros, administradores, publicitários... Conheça as oportunidades de trabalhar aqui.

    Veja mais

Mensagem enviada com sucesso.

Enviando...