PT  /  EN

5 dicas rápidas para você adaptar a comunicação da sua marca durante a crise do coronavírus

Se você é empresário ou é responsável pelo marketing de uma companhia, deve estar se perguntando: como adaptar anúncios de produtos ou serviços? Será que ainda posso investir em publicidade? Vamos responder essas perguntas nesse texto.

Notícias

Qual a melhor maneira de se comunicar com seus clientes durante momentos delicados como o da crise causada pelo coronavírus? Confira as dicas a seguir e veja como adaptar a comunicação da sua marca

 

Por Bianca Borges*

 

Durante uma crise, como essa que estamos vivendo, causada pelo coronavírus, dúvidas sobre o mercado e a economia trazem diversas preocupações para as empresas. Uma dessas inquietações é a comunicação das marcas com seus clientes.

Se você é empresário ou é responsável pelo marketing de uma companhia, deve estar se perguntando: como adaptar anúncios de produtos ou serviços? Será que ainda posso investir em publicidade sendo que os consumidores estão com outras aflições como, por exemplo: não serem contaminados pelo COVID-19?

A pesquisa realizada pela Global Web Index, que ouviu consumidores em 13 países, incluindo Brasil, EUA, China e França, perguntou para os entrevistados se as marcas deveriam continuar anunciando normalmente. Quase 4 em cada 10 pessoas (37%) disseram que não veem problemas em serem impactados por anúncios, 36% afirmaram serem neutros em relação a isso e 27% discordaram dessa prática.

Um outro relatório, desta vez desenvolvido pela Kantar, que conversou com consumidores em 30 países, apurou que apenas 8% dos respondentes acreditam que interromper a publicidade deveria ser uma prioridade das marcas, porém, 75% dessas pessoas esperam que essas mesmas marcas divulguem o que elas estão fazendo para enfrentar a crise e 77% gostariam que as empresas mostrassem sua utilidade na vida cotidiana.

Diante desses dados, é importante entender que, mesmo em casa, as pessoas continuam consumindo, mas a maneira como elas fazem isso e o modo como preferem ser impactadas sofreu alterações. Por isso, é essencial que as empresas repensem suas estratégias de marketing.

 

1 – Cuidado com o tom da sua comunicação

Propagandas que utilizam um tom humorístico podem não ser recebidas de maneira amigável pelo público, afinal, estamos enfrentando um momento delicado.O relatório da Kantar mostrou que 40% dos consumidores acreditam que as marcas devem evitar humor nos seus anúncios e conteúdo em geral.

 

2 – Torne sua marca mais humana

A questão da empatia e da humanidade das marcas nunca foi tão relevante como agora. É essencial mostrar o que a sua empresa está fazendo para ajudar a sociedade a combater o COVID-19. Tente passar mensagens otimistas para os seus clientes com as suas comunicações.

Essas são algumas atitudes que os clientes esperam das marcas nesse momento, segundo a pesquisa da Kantar:

 

3 – Mude a linguagem dos seus anúncios

Como os relatórios apresentados aqui apuraram, as marcas não precisam deixar de fazer anúncios, porém, existe uma necessidade de readequar a linguagem e a motivação dos mesmos.

Traga conforto para os seus clientes, evidenciando como o seu produto ou serviço pode facilitar a rotina dele mesmo com o isolamento e expondo os benefícios que a sua marca pode oferecer nesse momento.

 

4 – Pense em conteúdos focados em branding e não somente em vendas

Vender é importante, mas nesse momento é primordial focar no fortalecimento da sua marca, buscando construir ou ampliar o relacionamento que ela tem com os futuros e atuais clientes.

Seja criativo, aposte em conteúdos diferenciados com o intuito de fazer com que as pessoas interajam com a sua empresa e lembrem dela após esse período de crise.

Ofereça conteúdos que gerem valor para o seu público-alvo. Seguem aqui alguns exemplos de marcas que tomaram essa atitude:

Nike: enviou mensagens motivacionais aos seus seguidores através das mídias sociais.

Guiness: Sabendo que esse ano a maior festa irlandesa, o St. Patricks´s Day, não poderia acontecer, a marca investiu em comunicados que lembrassem os seus seguidores dos bons momentos da festa nos anos anteriores.

Airbnb: estabeleceu parcerias com os anfitriões para oferecer acomodação às pessoas que estão na linha de frente do combate ao coronavírus e, ao mesmo tempo, ressaltar a importância de ter responsabilidade social nesse momento.

 

5 – Use as redes sociais a favor da sua marca

Em função do confinamento, as pessoas estão ficando muito mais tempo conectadas à internet, tanto é que, o engajamento dos usuários nas redes sociais já cresceu 61% desde o início da quarentena, segundo dados da Kantar. O Facebook, por exemplo, teve um aumento de 37% no uso da plataforma.

Com esse crescimento de acessos, as mídias sociais continuam sendo um ótimo canal para a sua empresa se comunicar com os clientes. Mas para não errar nos posts, tenha um posicionamento de marca bem definido e produza conteúdos que vão de encontro a esses princípios e valores estabelecidos.

 

Para mais dicas sobre como adaptar a comunicação da sua marca no digital e enfrentar esse momento delicado sem perder relevância para a concorrência, entre em contato com os especialistas da ZOLY e descubra como podemos te ajudar!

 

(*) Bianca Borges é Analista de Comunicação Sênior da ZOLY. Jornalista, formada pela Universidade Anhembi Morumbi, possui experiência nas áreas de Conteúdo, Assessoria de Imprensa e Gestão de Mídias Sociais. Gosta de escrever sobre diversos assuntos mas, atualmente, seu foco é o Marketing Digital e Data Business.

  • @agenciazoly
  • /in/zoly
  • comercial@zoly.com.br
  • Trabalhe na Zoly

    Estamos sempre à procura dos mais talentosos designers, engenheiros, administradores, publicitários... Conheça as oportunidades de trabalhar aqui.

    Veja mais

Mensagem enviada com sucesso.

Enviando...